p6-Grudinin-cartaz-site-1

“Vamos promover uma nova industrialização na Rússia”, afirma Grudinin

A eleição presidencial marcada para 18 de março na Rússia está trazendo ao debate as questões econômicas do país que, segundo Pavel Grudinin, candidato do Partido Comunista da Federação Russa, com apoio da Frente de Esquerda e das Forças Patrióticas Nacionais da Rússia, enfrenta uma crise que não é consequência só das sanções da União Européia e dos Estados Unidos contra o país.

Grudinin, diretor do Sovkhoz Lenin, a maior cooperativa agrícola do país, denunciou que “mais de 1 trilhão de dólares saiu da Rússia ‘por baixo do pano’ nos últimos anos” (matéria pode ser vista em http://horadopovo.org.br/grudinin-denuncia-que-sangria-de-divisas-estiola-a-economia-russa/). Ele sublinhou que essa situação que tanto prejudica a economia nacional e a qualidade de vida de seu povo deve ser superada com medidas que confrontem a política do atual governo e com os setores que se beneficiam dela.

“A fonte de financiamento para a nova industrialização da Rússia pode ser o dinheiro dos oligarcas russos retornado das contas offshore abertas por eles no exterior. Claro que eles não farão esse movimento espontaneamente, o governo tem que agir nesse sentido”, disse o candidato, em uma reunião com os trabalhadores da Fábrica de Tubos em Pervouralsk nos Urais, no dia 1.

“É necessário parar de mentir e roubar. E fazer tudo para garantir que o dinheiro permaneça no nosso país “, disse, expondo os principais pontos do seu programa para a eleição, os “20 Passos de Pavel Grudinin”.
O candidato frisou que “uma Rússia forte não significa só um poder forte, mas antes de tudo empreendimentos fortes, uma indústria forte, uma economia pujante e soberana”.

“Uma Rússia forte são precisamente vocês”, disse Grudinin dirigindo-se aos trabalhadores.

Ele enfatizou que eleito presidente da Federação Russa pretende usar a experiência da Bielorrússia. Lembrou que, na república irmã, a indústria e a agricultura estão se desenvolvendo, qualquer setor da produção pode obter um empréstimo com juros de 3% ao ano, enquanto os bancos russos oferecem empréstimos a empresas industriais e agrícolas por juros exorbitantes. Pavel Grudinin garantiu que, vencendo as eleições presidenciais, aplicará uma política tarifária que proporcionará investimentos para a indústria e a agricultura que serão a prioridade do orçamento nacional.
A Fábrica em Pervouralsk, com 2800 trabalhadores, é o maior fabricante de tubos de grande diâmetro feitos de aço laminado da Federação Russa.

SUSANA SANTOS